Os 4 pilares para acabar com o efeito sanfona: Alimentação vegana, será?

Padrão

Se você faz regime, mas sempre engorda depois. Saiba que não esta só nesta batalha. Dados revelam que 98% da população brasileira sofre com o efeito sanfona. As dietas da moda podem até ser muito eficientes para quem deseja emagrecer a curto prazo, mas falham na manutenção. Isso porque essas dietas muito restritivas tendem a causar uma queda drástica do metabolismo e a cobrar cada vez mais energia do corpo levando-nos a uma ansiedade por alimentos com alto teor calórico para suprir sua deficiência. Esse é o motivo da fome exagerada nesse período e da falta de sustância dos alimentos consumidos.

Não tem jeito amiga, vamos ser sinceras? Se quer mesmo perder e manter o “corpitho” enxuto sempre, o caminho é a reeducação alimentar. Eis que em meio a má notícia, um livro tem dado o que falar: “O fim da dieta” do médico americo Joel Fuhfman, onde propõe um plano alimentar vegano que segundo ele, acaba de vez com o efeito sanfona para o resto da vida. Basta seguir 4 dicas básicas:

1.FOQUE NOS NUTRIENTES:

 

Fique longe dos industrializados e prefira alimentos naturais, ricos em vitaminas, minerais e fibras. Tenha como nota uma regra básica: “Quando a quantidade de nutrientes ingerida se sobrepõe à de calorias a gordura derrete” e consequentemente a saúde como um todo melhora.

2. ACABE COM A FOME TÓXICA:

Risque da sua lista de compras os embutidos, enlatados e alimentos industrializados. Não tê-los em casa evita cair na tentação. Quando o desejo por doce gritar, consuma uma fruta, elas controlam a saciedade e evitam que a insulina aumente. Vale lembrar, que os conservantes, aditivos químicos e o sódio presentes nestes alimentos aumentam tanto a pressão arterial quanto provocam inflamações, que retardam o metabolismo e consequentemente a perda de peso.

3. CORTE A PROTEÍNA ANIMAL

Particularmente para mim esta é a parte mais díficil. Eu adoro uma carne principalmente na grelha (risos). Esta mesma regra vale para os derivados animais (a exemplo do iogurte, leite, ovo) Segundo Fuhfman este tipo de proteína estimula o nosso organismo a produzir uma especie de insulina do crescimento desnecessária na fase adulta, que só ajuda na proliferação de células cancerígenas. E garante que é possível encontrar toda proteína necessária e saudável nas fontes vegetais variadas. (Achei, um pouco radical esse doutor Fufhman).

4. PENSE NO ÍNDICE GLICÊMICO.

Fuja de alimentos a base de farinha de trigo, batata e açúcar. Por ter absorção rápida no organismo, aumenta em altos níveis o índice glicêmico e fazem o corpo metabolizar o alimento em forma de gordura. Alguns aplicativos android para celular como o Free Blood sugar teste prank fazem esta contagem para você, porém não tão preciso como o medidor convencional.

Bom amiga! Se você é adepta ao veganismo ou tem interesse, meus parabéns! parece que este é o caminho para o shape enxuto, longevidade, qualidade de vida. Mas confesso: Eu não vivo sem chocolate, iogurte, carne vermelha e meu shop no final de semana. Então vou viver o resto da vida na minha briga com a balança, mas feliz.

Você deve estar se perguntando, mas então porque será que a Fabi me publica uma matéria dessa se nem ela mesma segue a dieta. Bom! a proposta do blog é te manter informada das novidades e tendências, para quem sabe assim não ajudá-la encontrar a fórmula de algo que precisa. Enfim..se esse é o caminho, depois não digam que não avisei. (risos). As veganas de plantão me contem como está o shape. Concordam com isso?

Fonte: Revista Glamour

Beijinhos…

Anúncios

»

  1. Verdade amiga! Difícil se adaptar ao veganismo, e concordo com a proposta. Mas não podemos esquecer que somos predadores na cadeia alimentar e abandonar algo nato por um estilo de vida alternativo tem que antes de qualquer modismo, avaliar se esse estilo alternativo supre nossas carências ideológicas, emocionais e afetiva. Traz bem estar e felicidade.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu acho legal, realmente, mas não evolui a esse ponto… amo carde demais e mal passada. Agora aprendi a diminuir um pouco a vontade por doces comendo passas. Ajuda mesmo, claro que não como eu como, mas uma pessoa normal…funciona super bem. 😉
    Agora Fabi, olha a cara da gordinha da foto. Quando eu morrer quero ter aquele sorriso. 😀 hahaha Nah, sério, ficou ótimo esse post, eu sei que tenho que administrar os nutrientes, mas eu gosto tanto de pão que você não imagina, chega dói. Mas gosto de alho, amo alho já é alguma coisa né? Tenho amigas veganas, adoro todas, mas todas tem cara de quem está meio doente. Eu não cheguei a um acordo sobre o vegetarianismo ou veganismo, acho que tudo em exagero é ruim e o grande problema da humanidade, falta de equilíbrio. Concordo com você quando diz que vai viver uma existência feliz com seu efeito sanfona, eu idem. rsrs
    Bjooo flor do sertão ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Kkkkkkkk, Gostar de alho é um grande avanço amiga! Não sou gordinha, nem magra, fico no meio termo. Realmente minhas amigas que tentaram ser veganas…tentaram, rs! Assim como você, discordo dos extremismos, eu acredito em vida saudável comendo de tudo um pouco. Afinal de contas o importante é a saúde, a gordurinha localizada a gente tira de letra. Como diz um amigo: -Avião sem pneu não decola. Parece que para nós o que resta é a combinação de alimentação equilibrada e atividade física. Beijão Pati. Adoro seus comentários.

      Curtido por 2 pessoas

  3. Olá!
    Sobre o item 3: Sou vegetariana há 4 anos e estou há quase 2 meses sem consumir outras fontes de proteína animal (leite, ovos, mel). Não emagreci depois que cortei a proteína animal pois infelizmente gosto muito de massas, mas posso dizer que meu peso ficou melhor distribuído: diminuí alguns centímetros de cintura, embora na balança ainda oscile muito entre 68 e 70 quilos. Ou seja: não perdi peso, mas perdi medidas, o que é muito bom! Vale a pena cortar as proteínas animais da alimentação, fazemos um bem ao nosso corpo, aos animais e ao planeta! Abraços ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s