APRENDA A FAZER UM DELICIOSO LICOR CASEIRO: O SABOR DOS FESTEJOS JUNINOS NO NORDESTE

Padrão

              Os festejos juninos já começaram. Não sei como funciona em outras partes do Brasil e do Mundo, mas aqui no Nordeste a celebração tem origem indígena, com muita comida e bebida, em comemoração a boa colheita tendo em vista que este é um mês úmido, com clima propício a plantação.

HISTÓRIA DOS FESTEJOS JUNINOS

            As celebrações dos dias 13, 24 e 29 de junho que correspondem a Santo Antonio, São João e São Pedro, foi oriunda da Igreja Católica através dos Europeus. As festas juninas no formato com que hoje as conhecemos tem origem nas festas dos respectivos santos populares de Portugal. A música e os instrumentos usados (cavaquinho, sanfona, triângulo ou ferrinhos, reco-reco etc.) estão na base da música popular e folclórica portuguesa e foram trazidos ao Brasil pelos povoadores e imigrantes de lá.

     As roupas caipiras são uma clara referência ao povo campestre que povoou o Brasil, com muitas semelhanças do modo de vestir caipira brasileiro. Do mesmo modo, as decorações com que se enfeitam os arraiais iniciaram-se em Portugal, as novidades que na época dos descobrimento foram trazidas da Ásia, tais como enfeites de papel, balões de ar quente e pólvora. Inclusive o costume das fogueiras para aquecer as noites frias típica do mês de junho. Porém, nem tudo partiu de Portugal. Enquanto os portugueses e Italianos preferiam um bom vinho os Holandeses difundiram o hábito de saborear um delicioso licor nas noites de frio.

A ORIGEM DO LICOR:

         Licor, do latim liquifacere, significa dissolver ou liquefazer. Pode ser definido como uma bebida alcoólica, adocicada e aromatizada por substâncias vegetais, como: frutas, flores, sementes, ervas e extratos, através de um processo de maceração (descanso) por tempo indeterminado.

       Sua história tem origem há 200 anos antes de cristo em lendas de amor e bruxaria, como um elixir para seduzir o amado. No século X foi aperfeiçoado pelos árabes através da técnica de destilação e fermentação e reinventado pelo alquimista catalão Arnould Villeneuve tendo como princípio o poder curativo.

       Por volta de 1500 a produção artesanal de licores já estava bem desenvolvida, com várias “casas” preparando suas próprias receitas, Foi quando o holandês Lucas Bols, em 1575, teve a visão de construir a primeira e até hoje mais antiga destilaria de licores do mundo, fundando a Bols Royal Distilleries, em Amsterdã, capital holandesa. Por volta desta época o maravilhoso sabor dos licores chega ao mundo adoçando o paladar após o almoço e  consequentemente ao Brasil.

       Se você assim como eu adora um licor e tem curiosidade de saber como é feito, o nosso S.O.S copilou a receita do Jornal Regional Correio da Bahia e compartilha com vocês duas receitas dos tradicionais licores dos festejos juninas aqui do Nordeste. Fica tão saboroso quanto os comercializados por ai. Tenho certeza que irão adorar e o melhor, poderão usufruir dessa delícia em qualquer época do ano.

ANOTA AI!

FONTE: CORREIO24HORAS.COM.BR

Assista ao vídeo exibido na TV Record em 19 de junho de 2012, com a receita.

Dá para adaptar a receita dando outros diversos sabores, a exemplo de limão, abacaxi, uva, tangerina, laranja, passas, maracujá , chocolate, entre outros, o segredo consiste no tempo de descanso da fruta na cachaça e a formação da calda com água e açúcar para fusão com a cachaça.

Espero que tentem fazer e compartilhe com a gente sua opinião sobre esta receita. Huummm! deu uma vontade! #partiu#fazer o meu#.

Beijocas da Fabi

Fonte: Wikipédia/ Correio 24horas/ TV Record/ http://www.mixologynews.com.br

 

 

Anúncios

Sobre Fabi Brito

Pedagoga, Especialista em Gestão de pessoas que adora se cuidar, socióloga por opção (outra formação, rs!) e blogueira por diversão. soteropaulistana?! Porque não? paulistana inquieta cheia de"baianices" que resolveu dividir suas "Fabíolices" com vocês.

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s